DC Drops: DuPont Circle

dc-drops

DuPont Circle, Washington DC 20036 – pra começar essa série de drops sobre a capital americana.

A comunidade está viva desde o século 19, e é um dos centros históricos de DC. Com várias opções de restaurantes, bistros, pubs e bares, DuPont se torna interessante tanto de dia, quanto à noite.

Suas ruas são movimentadas, sua arquitetura é estonteante {a 19th St  é uma das minhas preferidas se é que tem como escolher uma rua preferida ali}, com um ótimo acesso aos demais hot spots de Washington – como downtown, Adams Morgan, e U st.

Fui lá gravar um pouquinho pra mostrar aqui.

Se tiver dificuldade para visualizar o vídeo, clique aqui.

Esse foi o primeiro drop. Espera que tem mais!
Para mais info sobre DuPont, dá uma checada aqui.

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

DC – Onde Comer: Good Stuff Eatery

#DC (3)

Eu fui apresentada ao restaurante no verão americano de 2014, por uma amiga que também ama hangout em Georgetown {valeu, Sol!}. Depois disso, foram várias visitas ao Good Stuff Eatery, uma das burguerias mais famosos de DC.

@bellenaamerica (1)

O estabelecimento abriu suas portas a primeira vez em 2008, no bairro de Capitol Hill, e hoje conta com mais quatro franquias, sendo duas delas em DC area, uma em Chicago, e uma na Arábia Saudita {=O}. Cada uma com um menu em particular, assinado pelo chef canadense Spike Mendelsohn, que é mais conhecido pela sua participação no programa Top Chef.

IMG_6397

Eu sempre vou ao de Georgetown, que fica na M Street, bem pertinho da Georgetown Cupcakes – outro “must go/must eat” por aqui…
A burgueria bomba o ano todo! Por que será? hahahaha

IMG_6396

Dependendo do tamanho da fila, o seu pedido pode demorar um pouco pra sair. Mas vale a pena! O esquema é – escolher, pagar, e aguardar o pedido. Dessa maneira é até mais interessante, assim não precisa ficar esperando o garçom vir pegar o pedido, e depois trazer a conta, que num dia como esse da foto, poderia ser bem chato…

IMG_6399

O atendimento é de primeira, a comida também! A ideia do restaurante é trazer alimentos frescos e orgânicos, e produtos artesanais – tipo o hambúrguer feito a mão e a batata cortada a mão também, e vindos da fazenda.
O Good Stuff já saiu em grandes veículos de mídia, como The New York Times e CNN, e já recebeu a ilustre visita do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
O restaurante é um exemplo de empreendedorismo, de suporte a comunidade, e ainda ajuda instituições de caridade.

@bellenaamerica

Mas vamos falar do que mata a fome? O menu, como citei acima, varia de acordo com a localização. A batata realmente é uma das melhores, e o burguer... Oh la la! Eu não sou fã de hambúrgueres, mas o de lá eu simplesmente a-mo! O milk shake de morango é um dos melhores que já tomei na vida! Não é a toa que esse restaurante sempre tem fila, gente!
Vale muito a pena conferir o Good Stuff quando for dar uma passeada lá por Georgetown ou no Capital Hill!
E só pra fechar… Esse post NÃO é publi! Eu gosto do lugar mesmo!

Para mais informações, acessa o site da burgueria. 😉

Espero que tenham gostado da dica de hoje, e que não tenha aumentado a fome de vocês! hihi

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC: Jazz In The Garden – Sculpture Garden National Gallery Of Art

#DC

O verão é uma coisa muito esperada por aqui {por que será? haha}, e quando ele chega, geralmente as cidades oferecem opções de lazer com músicas, jogos, e até cinema ao ar livre!

Em DC tem muito pra se ver e fazer o ano todo. O Jardim de Esculturas é um dos vários lugares para se visitar, jogar conversa fora, ou ler um livro. No verão, o jardim recebe um  evento especial – o Jazz In The Garden. Show com bandas de Jazz, gratuito, toda sexta-feira! Né legal? E é isso que estou vindo mostrar hoje pra você!


Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Para mais informações, é só acessar o site do Garden.
Endereço: O Jardim tem 6 entradas, mas ele fica bem perto da estação Archives {linha verde/amarela}.

Curtiu o post de hoje? Quer ver mais da capital americana por aqui? Tem sugestão? Deixa aí no  comentário! 😉

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC: Tour Rapidão pela Capital dos Estados Unidos

#DC (1)

Semana passado eu fui dar um giro pelo National Mall – que eu vulgarmente chamo de uma “área enorme que você não deveria andar em um dia”, que vai desde o Lincoln Memorial até o United States Capitol – 46 minutinhos andando {indo direto de uma ponta a outra}, o que não é nem tanto assim, vai!
Mas aí você vai querer ver os monumentos e museus no caminho, certo?
Tem o Memorial da Segunda Guerra Mundial, a Casa Branca, os museus mais visitados – Air & Space e o de História Natural, dentre outros. Já chegando no Capitólio também tem o jardim botânico.
Isso tudo aí deve levar uns 2 dias do seu roteiro. Fora tudo mais que dá pra se ver enquanto você está de visita por aqui! E vale salientar que a maioria das atrações são gratuitas! 😉

Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Prepara que semana que vem tem mais post mostrando DC! ❤

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC – Cherry Blossom Festival

IMG_5237

Em 1912, o prefeito de Tokyo entregou como presente 3.000 árvores de Cerejeiras Japonesas como símbolo da relação entre os Estados Unidos e o Japão. De lá pra cá, vários outros presentes foram trocados entre os dois países {e você pode conferir aqui – em inglês}. O festival passou a acontecer anualmente, não apenas para lembrar a data, mas atualmente é também a abertura da Primavera por aqui.

IMG_5239
II World War  Memorial – com vista pro Lincoln Memorial

O Cherry Blossom acontece entre Março e Abril, e o auge é quando as árvores atingem seu pico – que esse ano foi mais cedo que o normal {coisa de 10 dias mais cedo}. O pico é quando as flores estão no auge do seu desabrochamento – existe isso? HAHA. É por aí. Esse pico dura apenas de 4 à 10 dias, por isso corri lá no dia 27 de março pra conferir um pouquinho e registrar para o #BelleNaAmérica

O Festival esse ano {2016} acontece de 20 de março à 17 de abril, e conta com música, atrações para toda a família, além de uma Parade {que deve ser massa!}, e também queima de fogos na beira do Rio Potomac {você pode encontrar mais info sobre os eventos aqui}.

IMG_5240

  • Curiosidade:
    Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, afelicidade, a renovação e aesperança. É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.
    O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera.
    A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam afragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.” Fonte: http://www.significados.com.br/flor-de-cerejeira/
  • “Em geral, as flores dão em cachos, cada uma tendo cinco pétalas com bordas irregulares, mas algumas variedades têm muito mais pétalas. Sua cor vai do quase branco ao rosa e até mesmo carmesim, incluindo também tons intermediários. A cor e a forma dessas flores há muito têm servido como símbolo da pureza e da simplicidade.” Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102005247

IMG_5241

As árvores ficam ao redor do Rio Potomac, no Tidal Basin. O local por si só já é encantador, e com as cerejeiras, fica ainda mais lindo! Ótimo para tirar fotos 😉

Espero que tenham curtido o post e vídeo de hoje! =)

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

#VLOG St Patrick’s Day + Fim De Semana Em Philly

PREMIUM CLOTHING CO.O fim de semana começou na quinta pra mim, com o Saint Patrick’s Day aqui por DC, e terminou na Filadélfia, no domingo.
Vou mostrar tudo isso no vídeo, mas antes, aqui vai uma explicação geral do que você vai encontrar nesse #VLOG {já que quase não falo nada! kkkkkk’}.

Photo Mar 17, 11 05 01 PM
O Saint Patrick’s Day {ou Dia de Dia de São Patrício} é uma comemoração típica da Irlanda, mas que se expandiu pelo mundo – seja por conta dos imigrantes irlandeses, que é o caso dos Estado Unidos, dos religiosos, ou por modinha, que é o caso de algumas cidades do Brasil #falomermo hahaha.
No dia 17 de março os irlandeses comemoram a chegada do cristianismo à Irlanda, e celebram também sua cultura, com paradas, festivais, muita comida e bebida, música, e trajes típicos – especialmente na cor verde! O dia foi escolhido por ser aniversário da morte de Saint Patrick, que era o patrono do país. Isso aí é só um resumão – para mais, é só consultar o amigo Google. =p

Eu claro que saí pra tomar uma cerveja verde na quinta, 17, e pra registrar um pouco pra mostrar por aqui. Primeira parada foi Georgetown, num Pub Irlandês chamado Rí-Rá {que inclusive você pode achar em outras cidades dos EUA, incluindo Vegas!}. O Pub estava celebrando de maneira tradicional, e até a rádio popular daqui {Hot 99,5} estava por lá! Mas não me demorei muito… Tinha que explorar outros locais, né?
Então continuei minha – literalmente – caminhada rumo à DuPont Circle, que também é cheio de bares e pubs. Entrei em vários. Gostei de poucos. Esperava mais. kkkkkkkk’
Mas a tarde/noite foi legal, então tudo certo! Melhor: Não estava frio!

Photo Mar 19, 3 10 18 PMNo sábado de manhã parti pra Philadephia pra encontrar duas amigas de Recife, já que uma delas está voltando pro Brasil – conheço as duas há uns 10 anos, e somos da mesma panelinha, então nem preciso comentar.
Passeamos por Philly, e à noite fomos pra um Pub irlandês {a saga do St Pattys continua}, e no domingo cada uma pegou seu rumo.

Os locais pelo quais passamos lá em Philly estão descritos no vídeo. Só queria salientar que a arquitetura daquela cidade é uma coisa belíssima! Sou apaixonada por aqueles prédios…
Dica – Locais que são pontos cruciais que consigo lembrar agora:
– Liberty Bell
– Cityhall
– Love Park
– Board Games Art Park
– Philadelphia Museum Of Art
– Parte por trás ou na lateral do Museu de Artes
– E por enquanto é só.

Agora vamos ao vídeo…

 

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e oTwitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

DC – Zoo Lights

IMG_4154

O Zoo de DC é fantástico o ano inteiro {até no inverno}, mas fica ainda mais interessante na época de natal!

Quando entramos no outono aqui, os dias começam a ser mais curtos {bem mais curtos}, e o sol se põe por volta das 5 da tarde. É aí que se dá início o festival de luzes, o Zoo Lights.

O Zoo Lights acontece, geralmente, do final de novembro até a primeira semana de janeiro, e é um evento gratuito. O Zoológico fica cheio de luzes natalinas de uma ponta à outra, e também conta com pequenas apresentações, carrossel e outros brinquedos pra divertir as crianças, pracinha de alimentação, e alguns pontos onde você pode encontrar souvenirs de tudo quanto é tipo – tanto do zoo, quanto de Washington, DC.

Aqui vai o registro em vídeo. A qualidade não é das melhores, mas espero que dê pra quebrar o galho…

 

 

O Zoo aqui fica aberto o ano inteiro {salvo se tiver algum acidente, construção, tempestade…}, e é possível observar uma variedade grande de animais, incluindo o Panda! Vir à DC e não visitar o National Zoo, eu só perdoo se sua estada for extremamente breve! Nesse link aqui você tem como saber mais informações sobre horários para visitas.

Pra ter os posts em primeira mão, é só se increver. Pode se inscrever também no canal do youtube, e seguir no Insta > @bellenaamerica <, e no Snap > iammissbelle <

Xo,

Belle Azevedo.