Road Trip – Maine Part I: Portland Observatory

bellenaamerica

Durante nossa road trip, um dos estados que visitamos foi Maine, e também foi o que passamos mais tempo. Consequentemente, visitamos mais lugares! Eis que só esse estado vai nos render 3 posts, e 3 vídeos. Já adianto que o estado é uma graça, mas vamos falar do Observatório de Portland…

bellenaamerica-1
Maquetes e planta da torre.

Em 1807 o capitão Lemuel Moody teve uma sacada genial: mandou construir a torre que seria o observatório, para ter visão das embarcações que estavam se aproximando do porto de Portland, e poder identificá-las em tempo suficiente para avisar aos que tinha interesse da informação. Até então, os navios eram vistos e identificados já muito próximos de atracar.

Moody criou um sistema de assinatura {subscription}, onde as pessoas pagavam $5 por mês para saberem com antecedência quando seus familiares ou mercadorias estavam chegando.

Ele identificava a embarcação de acordo com a bandeira, que era customizada e escolhida pelo próprio dono do navio! Ele erguia as bandeiras no mastro da torre como forma de repassar a informação {dos que eram assinantes, claro}.

O modo como a torre foi erguida é bem interessante. Moody não era engenheiro, mas era capitão e entendia de embarcações. Ele resolveu usar a lógica da construção de um navio, para construir sua torre. Pior que deu certo!

bellenaamerica-2

A vista lá de cima é bastante interessante: um 360 da cidade de Portland à quase 27 metros de altura!

photo-aug-14-11-31-29-am

O observatório só deixou de funcionar em 1923, quando o rádio chegou e tornou desnecessário o trabalho da torre. Quer ver mais? Dá play.

Se tiver problemas para visualizar o vídeo, clique aqui.

O observatório é patrimônio histórico nacional, e o único ponto de sinalização marítima ainda de pé nos Estados Unidos. A torre foi doada à cidade de Portland, restaurada, e abriu suas portas novamente em 1939. Em 1984 virou ponto turístico aberto à visitação.
O custo é de $10 por adulto, e você pode fazer o tour com ou sem guia. Para mais informação, clique aqui.
Endereço: 138 Congress Street on Munjoy Hill, Portland, Maine.

Próxima segunda tem mais Maine por aqui!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

Road Trip – Antes de Pegar a Estrada

Viajar é ótimo, mas antes de você pegar a estrada {ou o avião}, é necessário planejar – até mesmo quem vai sem plano, tem que tomar algumas decisões.
No nosso caso, planejamos toda a viagem. Fizemos cálculos, financeiro e de tempo, e decidimos onde passaríamos e quanto tempo teríamos. Isso foi o básico.
Também fizemos mala, coisa que faço com todo o prazer {não é à toa que trabalho com organização ahaha}, separamos lanche pra viagem {já que estamos de carro}, checamos os pneus, e acordamos cedo pra arrumar tudo dentro do carango que seria nossa casa pelos próximos 9 dias.
Tudo isso dá um pouco de trabalho, mas é assim que fazemos para aproveitar o máximo de tempo possível. Viajar por 7 estados em uma semana não é tão easy, então o planejamento ajuda bastante.
No final, a quantidade de coisas que vemos no caminho, situações que passamos, realidades que conhecemos, fazem valer a pena cada minuto da viagem.
Fiz um vídeo com os preparativos finais, e o resultado você confere apertando o play.

Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Quer saber como planejar uma road trip? Clica aqui.
Quer saber porquê viajar de carro pelos EUA é tão bom? Clica aqui!
E aqui eu te mostro como arrumo minha mala! 🙂

Espero que tenha gostado desse post de hoje!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip Day 7 – Memphis

Episode 01

Depois de mais de três meses, eis que o episódio 05, onde mostro um pouco de Memphis, está finalmente no ar!
Eu confesso que fiquei um pouco frustrada comigo mesma ao editar o vídeo, pois eu esqueci não apenas de fechar o vlog, mas também de iniciar. Ou seja, se ver minha cara e ouvir minha voz era exatamente o que você não queria, pode assistir ao vídeo sem medo! kkkkkkkk – já pra galera que curte me ver por aqui, estou melhorando! {e os vídeos da Califórnia provam isso!}

Mas vamos ao que interessa… Demos uma passada em Jackson, Mississippi no caminho para Memphis. Demos uma paradinha de leve no Capitol da cidade, e também num restaurante super agradável chamado The Manship Wood Fired pra matar a fome {visitamos só restaurantes locais nessa viagem, pra apreciar o business e cozinha tb!}.

O hotel que ficamos, na verdade, ainda era em Mississippi, só que bem perto de Tennessee, há uns 15 minutos de Downtown Memphis. O hotel foi o Magnolia Inn And Suites – não curti muito não… Achei meio “motel vibes“, meio estranho… Mas foi barato, era perto, e a gente sobreviveu! lol

Pra quem não sabe, o Rock N Roll nasceu em Memphis, no Tennessee, lá no famoso Sun Studio que eu fui visitar também, mas a primeira parada foi na 3734 Elvis Presley Blvd – onde fica a Graceland! Claro que esse local não ficaria de fora da visita, mas só passamos na frente, tá? A entrada no museu do Elvis, e na mansão eram meio carinhas… Mas posso dizer #eufui #eutava no portão dele, ok?!

@bellenaamerica (6)

De lá #partiu Sun Studio – onde foi tirada a famosa foto do “quarteto de um milhão de dólares” {million dollar quartet}, numa sessão de ensaio com as 4 maiores estrelas da música naquela época {1956}. Lá foi gravado o primeiro Rock N Roll, e também o primeiro disco do Elvis Presley.

IMG_7423
O famoso quarteto: Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Elvis Presley e Johnny Cash – foto tirada em 4 de Dezembro de 1956

O passeio começa no primeiro piso do Studio/Museu, já na cafeteria/shop. Muita coisa original da década de 50 {o Studio foi inaugurado em 1950}, incluindo LPs de artistas da época. Dá pra apreciar o salão enquanto não chega a hora de entrar para o tour.

@bellenaamerica (7)

Durante o tour, o guia te leva primeiro no piso de cima pra mostrar a parte de exibição do maquinário do estúdio de gravação, instrumentos, roupas, e acessórios – tudo hoje faz parte do museu. Ela contou a história de uma maneira muito divertida, e com trilha musical.

@bellenaamerica (8)

De lá a gente desce pro estúdio em si, que também manteve piso, paredes e teto originais da época. Lá tem mais instrumentos, fotos originais dos grandes reis da música na época, assim como o primeiro microfone do grande rei do Rock: Elvis Presley!

@bellenaamerica (9)

Esse museu foi um dos melhores da viagem inteira! Vale muito a pena, especialmente porque custou só $12! É um passeio pra quem curte música e história!
O Sun Studio fica na 706 Union Ave, Memphis, TN – mais info aqui.

De lá partimos para o Rock N Soul Museum. Muita coisa pra ser ver, infelizmente não era permitido filmar {apesar de que ainda dei umas filmadas clandestinas}, mas foi possível tirar fotos! Muitas fotos porque, como falei aí acima, muita coisa pra ser ver!

@bellenaamerica (10)

O museu retrata a história do Rock e Soul Music, mas também relata um pouco da história dos Estados Unidos. Uma das primeiras exibições que vi assim que entrei foi referente aos escravos nas plantações. Quando se trata de história e história da música, especificamente no Sul do país, onde o preconceito era mais pertinente, não tem como deixar de falar de todo o processo da abolição até a guerra civil, que não necessariamente terminou em 1860s, os problemas perduraram até 1960s {ou até o presente}. É uma coisa muito complexa… Mas a música teve um papel muito importante naquilo tudo, naquela época, digamos assim.

@bellenaamerica (11)

@bellenaamerica (12)

O Rock N Soul Museum fica na 191 Beale St, Memphis, TN. Mais info aqui.

Antes de visitar o último museu do nosso roteiro, paramos pra comer no Blue City Café, lá na principal de Memphis – que tem um Hard Rock Cafe Memphis bem do outro lado da rua.

A última parada então foi no Stax Museum Of American Soul – onde ficava a gravadora Stax na década de 60. Era conhecido como uma das maiores gravadoras de Soul do Sul dos Estados Unidos. Alguns dos grandes artistas que gravaram pela Stax foram Otis Redding, Booker T. e os MG’s, e Isaac Hayes.

@bellenaamerica (13)

O museu ficou conhecido também por não fazer distinção de cor, brancos e negros tinham o mesmo valor e tocavam juntos. É difícil não tocar nesse assunto, ainda mais se tratando do Sul, e naquela época. Mas mais uma vez, o assunto é complexo e extenso.

@bellenaamerica (14)

No final dos anos 70 o Stax parou de operar como gravadora, e só em 2003 eles reabriram as suas portas como museu, que fica na 910 E McLemore Ave, Memphis, TN. Mais info aqui.

Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Como dá pra ver, muita história e música em Memphis. Com certeza uma cidade que vale a pena visitar se você não está procurando apenas mais um destino turistíco. Nashville, outra cidade que faz parte da história da música, e fica no Tennessee, fica há 4 horas de Memphis, e é o próximo episódio e último dessa #RoadTrip.

Obrigada ao Ben {marido} por me ajudar com o post de hoje! Thanks, babe! ❤

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Califórnia – Hollywood Blvd

E aqui vai mais um registro da minha viagem à Califórnia. Dessa vez uma andada que dei pela Hollywood Blvd, onde fica a famosa Walk Of Fame {Calçada da Fama}. A calçada cheia de estrelas, tanta que desisti de olhar todas! hahahahah
Lá você também encontra um Shopping Center, CVS, vários Shops pra comprar lembrancinhas, o Chinese Theatre {que vale a pena pelo menos passar na frente}, e o Madame Tussauds {museu de cera}, dentre outras atrações.
Eu fui conferir o Madame Tussauds pela primeira vez – aqui por DC tem um, e em NYC também tem – estão na lista, afinal, as estátuas são diferentes. Gastei $23 comprando pelo site {na porta fica mais caro}, e achei bem legal! Meu passeio durou pouco mais de uma hora, e “tirei fotos” com várias celebs!

É bom ficar ligado enquanto anda por lá, não aceitar nada “de graça”, e não entrar na tal Scientology DE JEITO NENHUM! – maior furada da vida aquilo lá, por motivos que nem vale a pena expor aqui… NÃO ENTRE! kkkkkkkkkkkkkkk – aviso amigo!
Se eu disser que esse ponto turístico me impressionou, estaria mentindo. Não voltaria lá, porque sinceramente, não vi nada demais. Na verdade, esperava mais… Mas vale a pena conferir! 🙂
Agora vamos pro vídeo, porque registrei minha passada por lá, principalmente o museu!

O próximo #vlog vai ter um passeio que eu amei! O Observatório! Aguardem… 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Califórnia – Hollywood Hike + Santa Monica

IMG_4776

Começando a série sobre Califórnia por LA {ou Los Angeles} com uma de suas prais mais famosas – Santa Monica, e a caminhada {ou subida de morro} até o sinal de Hollywood!
O dia não começou tão cedo – até porque, chegamos de Vegas já eram umas 3 da manhã… Mas começou com a caminhada, sem protetor solar, e com uma sapatilha nada confortável – coisa que nem preciso comentar, né? Burrice total da minha parte.
A caminhada é longa, e eu resolvi ir tanto na parte de trás, quanto na frente. Acho que vale a pena fazer isso, hein?! Não só por fotos, mas pela vista lá cima que é incrível!
No fim da tarde fomos visitar a famosa Santa Monica, e eu pude ver o Oceano e o pôr-do-sol do Pacífico pela primeira vez na vida – sabe aquela coisa que você vê em filme quando é novinha, e acha que nunca vai passar daquilo: cena de filme? Sensação boa quando a gente pode viver aquilo de verdade, conhecer algo que nunca imaginaríamos que conheceríamos. Minha visita à Califórnia foi bem assim, uma mistura de emoção e nostalgia.

Hollywood Hike

Se você quiser ir fazer a Hollywood Hike, é bom ir de manhã cedo, e levar bastante água! O clima é seco, então pra desidratar é facinho – e uma vez que você tá lá em cima, não tem onde comprar água ou comida, então leva algo leve pra fazer um lanche e ajudar na glicemia. Roupas leves, tênis {não caiam na besteira que caí de não ir de tênis, hein?}, protetor solar e labial, e muita disposição pra que você vá até o topo e volte sem problemas. Destine 3 horas do seu dia só pra isso. E não esquece a câmera, hein?
IMG_4783

Santa Monica

Santa Monica é um local que você com certeza deve ir! O ideal é deixar o carro por lá, pegar a bicicleta, e ir até Venice Beach pra assistir o pôr-do-sol e voltar – mas a belezinha aqui tava com preguiça, e a gente acabou se atrasando na hike. No Píer você encontra o Churros do vídeo {delícia por $3,50}, lojinhas pra comprar lembrancinhas, e o parque. A rua que a gente foi tem um shopping center MA-RA se você quiser dar uma olhada nas coisas. Como mencionei, me empolguei na Forever 21 de lá, porque eles não têm as mesmas coisas aqui, e pirei com as bijous deles {bijou é meu ponto fraco!}. Se você não quiser fazer o passeio até Venice, vale a pena levar uma toalha, cobertor {vento frio por lá, só pra deixar de aviso}, e sentar naquela areia deliciosa pra assistir o sol ir embora.
IMG_4784

Endereço:

E por aqui encerro o primeiro post da série Califórnia. Ainda tem mais uns 4…

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip – Vegas, Baby

Sim! #eufui #eutava em VEGAS!
Foi um bate e volta muito louco, mas deu tudo certo e adorei conhecer um pouco da cidade badaladíssima!

Saímos de Los Angeles {Califórnia} ainda pela manhã, porém não tão cedo, e demos umas paradas no caminho pra usar banheiro, comer, abastecer, e tirar fotos {claro}. A estrada acaba tornando-se agradável com as montanhas e cenário de deserto.

IMG_4744

São 4 horas e meia de viagem, mas eu recomendaria contar como 6 horas por conta das paradas. Lembre de encher o tanque do carro ainda na cidade, quando chega na parte de estrada, no deserto, as coisas começam a ficar mais distantes, e em certo ponto fica longe de um posto pro outro. Você não quer correr o risco de ficar sem gasolina no meio da rua, né?!

Chegamos em Vegas mais de 4 da tarde, e pegamos um temporal quando paramos o carro para tirar foto no Vegas Sign {foto lá de cima}. Foi quase uma hora perdida esperando a chuva {que chuva!} passar. Mas conseguimos, e de lá partimos pro Hooters Casino Hotel, onde paramos o carro {de graça} e jantamos.
E aí? Usar as canelas e andar pra cima e pra baixo nas ruas principais!

IMG_4746

Eles tem umas cidades cenográficas {acho que posso chamar assim} tipo essa com New York de plástico {sério! kkkkk}.

IMG_4748

Esse prédio me fez sentir na Rússia de verdade. Mesmo sem nem nunca ter ido lá…

IMG_4747

A cidade é cheia de luzes, glamour e pecado – não é à toa que dizem aquela frase “What happens in Vegas, stays in Vegas” ou “O que acontece em Vegas, permanece em Vegas“.
Acho que a maioria das pessoas que visitam, vão em busca de diversão, baladas e uns bons drinks. No meu caso, senhora casada, recatada e do lar fui só pra conhecer e levar vocês mesmo. #santa

IMG_4749

Não entrei no Hard Rock de Vegas, mas olhe, passe na frente, e vi que essa guitarra aí é mágica – reparem no vídeo, ok? Se não  entender, volta até sacar, blz? [rindo horrores. sorry]

IMG_4750

E o nosso passeio turístico terminou onde? Nele: Bellagio.
Passamos quase 1 HORA esperando a tal das águas, mas valeu a pena. Nessa noite eles tinham uma apresentação especial, e vou postar o vídeo só com isso lá no face, ok? Aproveita e curte a página. 😉

Mas parei de enrolação. Segue o vídeo do #vlog

Se você está visitando Los Angeles por alguns dias, vale a pena alugar um carro e passar um fim de semana em Vegas. Com menos de 50 Obamas você vai e volta, e hotel lá {tipo o Hooters} não é caro não – dá pra pegar uma noite por $70 em média. Se você vai com mais gente, o negócio, além de ficar mais divertido, fica mais barato. 😉
Mas olhe, vá. Vá nem que seja nesse bate e volta, que você não vai se arrepender.

Se curtiu, não esquece de dar um like no post. Também pode deixar sua opinião, dúvida, ou sugestão nos comentários.

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

Tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

DC – Cherry Blossom Festival

IMG_5237

Em 1912, o prefeito de Tokyo entregou como presente 3.000 árvores de Cerejeiras Japonesas como símbolo da relação entre os Estados Unidos e o Japão. De lá pra cá, vários outros presentes foram trocados entre os dois países {e você pode conferir aqui – em inglês}. O festival passou a acontecer anualmente, não apenas para lembrar a data, mas atualmente é também a abertura da Primavera por aqui.

IMG_5239
II World War  Memorial – com vista pro Lincoln Memorial

O Cherry Blossom acontece entre Março e Abril, e o auge é quando as árvores atingem seu pico – que esse ano foi mais cedo que o normal {coisa de 10 dias mais cedo}. O pico é quando as flores estão no auge do seu desabrochamento – existe isso? HAHA. É por aí. Esse pico dura apenas de 4 à 10 dias, por isso corri lá no dia 27 de março pra conferir um pouquinho e registrar para o #BelleNaAmérica

O Festival esse ano {2016} acontece de 20 de março à 17 de abril, e conta com música, atrações para toda a família, além de uma Parade {que deve ser massa!}, e também queima de fogos na beira do Rio Potomac {você pode encontrar mais info sobre os eventos aqui}.

IMG_5240

  • Curiosidade:
    Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, afelicidade, a renovação e aesperança. É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.
    O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera.
    A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam afragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.” Fonte: http://www.significados.com.br/flor-de-cerejeira/
  • “Em geral, as flores dão em cachos, cada uma tendo cinco pétalas com bordas irregulares, mas algumas variedades têm muito mais pétalas. Sua cor vai do quase branco ao rosa e até mesmo carmesim, incluindo também tons intermediários. A cor e a forma dessas flores há muito têm servido como símbolo da pureza e da simplicidade.” Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102005247

IMG_5241

As árvores ficam ao redor do Rio Potomac, no Tidal Basin. O local por si só já é encantador, e com as cerejeiras, fica ainda mais lindo! Ótimo para tirar fotos 😉

Espero que tenham curtido o post e vídeo de hoje! =)

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

#VLOG St Patrick’s Day + Fim De Semana Em Philly

PREMIUM CLOTHING CO.O fim de semana começou na quinta pra mim, com o Saint Patrick’s Day aqui por DC, e terminou na Filadélfia, no domingo.
Vou mostrar tudo isso no vídeo, mas antes, aqui vai uma explicação geral do que você vai encontrar nesse #VLOG {já que quase não falo nada! kkkkkk’}.

Photo Mar 17, 11 05 01 PM
O Saint Patrick’s Day {ou Dia de Dia de São Patrício} é uma comemoração típica da Irlanda, mas que se expandiu pelo mundo – seja por conta dos imigrantes irlandeses, que é o caso dos Estado Unidos, dos religiosos, ou por modinha, que é o caso de algumas cidades do Brasil #falomermo hahaha.
No dia 17 de março os irlandeses comemoram a chegada do cristianismo à Irlanda, e celebram também sua cultura, com paradas, festivais, muita comida e bebida, música, e trajes típicos – especialmente na cor verde! O dia foi escolhido por ser aniversário da morte de Saint Patrick, que era o patrono do país. Isso aí é só um resumão – para mais, é só consultar o amigo Google. =p

Eu claro que saí pra tomar uma cerveja verde na quinta, 17, e pra registrar um pouco pra mostrar por aqui. Primeira parada foi Georgetown, num Pub Irlandês chamado Rí-Rá {que inclusive você pode achar em outras cidades dos EUA, incluindo Vegas!}. O Pub estava celebrando de maneira tradicional, e até a rádio popular daqui {Hot 99,5} estava por lá! Mas não me demorei muito… Tinha que explorar outros locais, né?
Então continuei minha – literalmente – caminhada rumo à DuPont Circle, que também é cheio de bares e pubs. Entrei em vários. Gostei de poucos. Esperava mais. kkkkkkkk’
Mas a tarde/noite foi legal, então tudo certo! Melhor: Não estava frio!

Photo Mar 19, 3 10 18 PMNo sábado de manhã parti pra Philadephia pra encontrar duas amigas de Recife, já que uma delas está voltando pro Brasil – conheço as duas há uns 10 anos, e somos da mesma panelinha, então nem preciso comentar.
Passeamos por Philly, e à noite fomos pra um Pub irlandês {a saga do St Pattys continua}, e no domingo cada uma pegou seu rumo.

Os locais pelo quais passamos lá em Philly estão descritos no vídeo. Só queria salientar que a arquitetura daquela cidade é uma coisa belíssima! Sou apaixonada por aqueles prédios…
Dica – Locais que são pontos cruciais que consigo lembrar agora:
– Liberty Bell
– Cityhall
– Love Park
– Board Games Art Park
– Philadelphia Museum Of Art
– Parte por trás ou na lateral do Museu de Artes
– E por enquanto é só.

Agora vamos ao vídeo…

 

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e oTwitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip Day – New Orleans {NOLA} Part I

Episode 01

E finalmente estou eu aqui para falar da cidade de New Orleans! Aquela que me lembrou um pouquinho de Brasil {tirando o frio}, e que nos acolheu para receber 2016! ❤

Photo Jan 01, 5 32 58 PM.jpg

Chegamos na cidade na quarta {30}, e ficamos até o sábado {02 de Janeiro} – e passamos por dois hotéis diferentes {vaga, minha gente! A cidade estava lo-ta-da!}. O clima na French Quarter {parte que ficamos e aconselho você também ficar por lá, viu? Vá por mim!} é muito diferente dos locais que já passei nos Estados Unidos até hoje.

New Orleans {que aparece no polêmico clipe novo da Beyoncé, e onde a Queen Bey reside atualmente!} foi marcada pela tragédia do furacão Katrina {2005}, e também pelo Movimento dos Direitos Civis {década de 60}. A cidade portuária é uma das maiores do Estado da Lousiana, e recebeu bastante influência Espanhola e Francesa durante a época de colonização dos Estados Unidos. Mas recebeu também influência dos imigrantes latinos e africanos {na época escravos} que na minha opinião, é o que deu toda vida ao lugar – pense numa cidade linda e boa de se visitar!
Photo Dec 30, 10 15 58 PM
NOLA é famosa por sua música {berço do Jazz}, arquitetura, e culinária {o camarão de lá é um dos melhores, diretamente do Golfo do México, e o Jambalaya é famosíssimo! Provei e amei! Já até fiz em casa!}. Mas é o festival do Mardi Gras – que acontece no carnaval, e é na verdade um carnaval {tá na minha lista! hahaha} que atrai um número enorme de turistas todo ano!

IMG_5652
Jambalaya
Photo Mar 11, 12 17 22 AM
Garrafa com uma bebida de levantar defunto, viu? E tamanho família! O colar é do Mardi Gras – virou souvenier.

Outra coisa – apenas um “detalhe” – sobre NOLA, é que podemos beber na rua.
Vou explicar: aqui não se pode beber na rua {ou pelo menos não se deve}. A lei é tão restrita, que na verdade, você não deve nem ter bebida alcoólica no seu carro, mesmo que fechada. A bebida deve ir na mala {pelo menos aqui em DC/Maryland/Virginia é assim. Então poder beber álcool na rua, meu amigo, dá aquela sensação de liberdade que você só tem noção quando mora aqui! E bebida lá é baratinha, olha só esses shots que bagatela!

 

 

Algo também digno de salientar, é que a cidade fica à beira do Rio Mississípi : )

Photo Mar 11, 12 17 59 AM

E tem uma rua famosa chamada Bourbon… onde acontece o fusuê 

Photo Mar 11, 12 19 27 AM

O estilo de se vestir das pessoas é um máximo! Cê vê de tudo!… O que abre espaço pra ser um pouco mais fashionista também 😉

IMG_5678
Uma doida que consegui clicar.
IMG_5682
Outra doida ^^

Olhe, foi muita vivência em menos de 3 dias, viu?! Então pra não ficar cansativo, dividi o vídeo em duas partes, e libero o próximo semana que vem, beleza?! E aí falo mais sobre a French Quarter, com dicas aqui 😉
Mas por agora, fiquem aí com a parte I

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e oTwitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

 

#VLOG Sunday Funday em DC + Look Do Dia

PREMIUM CLOTHING CO.

Depois que você fica sem ter muita vontade de sair por conta do frio, quando faz uns 15°C num domingo, você tem mais é que aproveitar! E fui isso que fiz! Chamei azamiga e fomos pra Washington, DC bater perna, gravar {um vídeo que sai ainda essa semana}, tirar foto, e ser Brazilian – falar alto e “se passar”, como disse Solange {a cinegrafista}.

A tarde {ou parte dela} foi uma delícia! Eu sou apaixonada por DC, e tudo fica ainda melhor em boa cia! Aproveitei pra registrar o look do dia.

Suéter, legging e óculos by Forever 21. Esse suéter fechação comprei numa promoção arrasadora, e paguei apenas $1.25, a legging tem pra vender o ano todo, e é bem baratinha {menos de $4,00}. Essa bijou eu só lembro o brinco, que é H&M {de dezembro de 2014 kkkkkkkk}. O batom é o Ultra HD Matte Lipcolor, da Revlon – cor Temptation.

Untitled design (1)
PH por Solange Laranjeira

O Vlog era só pra mostrar DC, mas aí acabei gravando um pouquinho de um filme sendo rodado por lá {que tem Natalie Portman como atriz principal}, e acabei colocando o jantar também. Só pra terminar meu Sunday funday! Aperta play aí! 😉

 

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscreve aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.