DC Drops: DuPont Circle

dc-drops

DuPont Circle, Washington DC 20036 – pra começar essa série de drops sobre a capital americana.

A comunidade está viva desde o século 19, e é um dos centros históricos de DC. Com várias opções de restaurantes, bistros, pubs e bares, DuPont se torna interessante tanto de dia, quanto à noite.

Suas ruas são movimentadas, sua arquitetura é estonteante {a 19th St  é uma das minhas preferidas se é que tem como escolher uma rua preferida ali}, com um ótimo acesso aos demais hot spots de Washington – como downtown, Adams Morgan, e U st.

Fui lá gravar um pouquinho pra mostrar aqui.

Se tiver dificuldade para visualizar o vídeo, clique aqui.

Esse foi o primeiro drop. Espera que tem mais!
Para mais info sobre DuPont, dá uma checada aqui.

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

DC – Onde Comer: Good Stuff Eatery

#DC (3)

Eu fui apresentada ao restaurante no verão americano de 2014, por uma amiga que também ama hangout em Georgetown {valeu, Sol!}. Depois disso, foram várias visitas ao Good Stuff Eatery, uma das burguerias mais famosos de DC.

@bellenaamerica (1)

O estabelecimento abriu suas portas a primeira vez em 2008, no bairro de Capitol Hill, e hoje conta com mais quatro franquias, sendo duas delas em DC area, uma em Chicago, e uma na Arábia Saudita {=O}. Cada uma com um menu em particular, assinado pelo chef canadense Spike Mendelsohn, que é mais conhecido pela sua participação no programa Top Chef.

IMG_6397

Eu sempre vou ao de Georgetown, que fica na M Street, bem pertinho da Georgetown Cupcakes – outro “must go/must eat” por aqui…
A burgueria bomba o ano todo! Por que será? hahahaha

IMG_6396

Dependendo do tamanho da fila, o seu pedido pode demorar um pouco pra sair. Mas vale a pena! O esquema é – escolher, pagar, e aguardar o pedido. Dessa maneira é até mais interessante, assim não precisa ficar esperando o garçom vir pegar o pedido, e depois trazer a conta, que num dia como esse da foto, poderia ser bem chato…

IMG_6399

O atendimento é de primeira, a comida também! A ideia do restaurante é trazer alimentos frescos e orgânicos, e produtos artesanais – tipo o hambúrguer feito a mão e a batata cortada a mão também, e vindos da fazenda.
O Good Stuff já saiu em grandes veículos de mídia, como The New York Times e CNN, e já recebeu a ilustre visita do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
O restaurante é um exemplo de empreendedorismo, de suporte a comunidade, e ainda ajuda instituições de caridade.

@bellenaamerica

Mas vamos falar do que mata a fome? O menu, como citei acima, varia de acordo com a localização. A batata realmente é uma das melhores, e o burguer... Oh la la! Eu não sou fã de hambúrgueres, mas o de lá eu simplesmente a-mo! O milk shake de morango é um dos melhores que já tomei na vida! Não é a toa que esse restaurante sempre tem fila, gente!
Vale muito a pena conferir o Good Stuff quando for dar uma passeada lá por Georgetown ou no Capital Hill!
E só pra fechar… Esse post NÃO é publi! Eu gosto do lugar mesmo!

Para mais informações, acessa o site da burgueria. 😉

Espero que tenham gostado da dica de hoje, e que não tenha aumentado a fome de vocês! hihi

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC: Jazz In The Garden – Sculpture Garden National Gallery Of Art

#DC

O verão é uma coisa muito esperada por aqui {por que será? haha}, e quando ele chega, geralmente as cidades oferecem opções de lazer com músicas, jogos, e até cinema ao ar livre!

Em DC tem muito pra se ver e fazer o ano todo. O Jardim de Esculturas é um dos vários lugares para se visitar, jogar conversa fora, ou ler um livro. No verão, o jardim recebe um  evento especial – o Jazz In The Garden. Show com bandas de Jazz, gratuito, toda sexta-feira! Né legal? E é isso que estou vindo mostrar hoje pra você!


Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Para mais informações, é só acessar o site do Garden.
Endereço: O Jardim tem 6 entradas, mas ele fica bem perto da estação Archives {linha verde/amarela}.

Curtiu o post de hoje? Quer ver mais da capital americana por aqui? Tem sugestão? Deixa aí no  comentário! 😉

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC: Tour Rapidão pela Capital dos Estados Unidos

#DC (1)

Semana passado eu fui dar um giro pelo National Mall – que eu vulgarmente chamo de uma “área enorme que você não deveria andar em um dia”, que vai desde o Lincoln Memorial até o United States Capitol – 46 minutinhos andando {indo direto de uma ponta a outra}, o que não é nem tanto assim, vai!
Mas aí você vai querer ver os monumentos e museus no caminho, certo?
Tem o Memorial da Segunda Guerra Mundial, a Casa Branca, os museus mais visitados – Air & Space e o de História Natural, dentre outros. Já chegando no Capitólio também tem o jardim botânico.
Isso tudo aí deve levar uns 2 dias do seu roteiro. Fora tudo mais que dá pra se ver enquanto você está de visita por aqui! E vale salientar que a maioria das atrações são gratuitas! 😉

Se não consegue visualizar o vídeo, clique aqui.

Prepara que semana que vem tem mais post mostrando DC! ❤

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

DC – Cherry Blossom Festival

IMG_5237

Em 1912, o prefeito de Tokyo entregou como presente 3.000 árvores de Cerejeiras Japonesas como símbolo da relação entre os Estados Unidos e o Japão. De lá pra cá, vários outros presentes foram trocados entre os dois países {e você pode conferir aqui – em inglês}. O festival passou a acontecer anualmente, não apenas para lembrar a data, mas atualmente é também a abertura da Primavera por aqui.

IMG_5239
II World War  Memorial – com vista pro Lincoln Memorial

O Cherry Blossom acontece entre Março e Abril, e o auge é quando as árvores atingem seu pico – que esse ano foi mais cedo que o normal {coisa de 10 dias mais cedo}. O pico é quando as flores estão no auge do seu desabrochamento – existe isso? HAHA. É por aí. Esse pico dura apenas de 4 à 10 dias, por isso corri lá no dia 27 de março pra conferir um pouquinho e registrar para o #BelleNaAmérica

O Festival esse ano {2016} acontece de 20 de março à 17 de abril, e conta com música, atrações para toda a família, além de uma Parade {que deve ser massa!}, e também queima de fogos na beira do Rio Potomac {você pode encontrar mais info sobre os eventos aqui}.

IMG_5240

  • Curiosidade:
    Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, afelicidade, a renovação e aesperança. É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.
    O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera.
    A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam afragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.” Fonte: http://www.significados.com.br/flor-de-cerejeira/
  • “Em geral, as flores dão em cachos, cada uma tendo cinco pétalas com bordas irregulares, mas algumas variedades têm muito mais pétalas. Sua cor vai do quase branco ao rosa e até mesmo carmesim, incluindo também tons intermediários. A cor e a forma dessas flores há muito têm servido como símbolo da pureza e da simplicidade.” Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102005247

IMG_5241

As árvores ficam ao redor do Rio Potomac, no Tidal Basin. O local por si só já é encantador, e com as cerejeiras, fica ainda mais lindo! Ótimo para tirar fotos 😉

Espero que tenham curtido o post e vídeo de hoje! =)

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.