Trabalhando Nos Estados Unidos – A Procura Por Uma Vaga no Mercado, Dicas Sobre Currículo e LinkedIn

control-427510_1920
Todos sabemos que no mercado informal aqui nos Estados Unidos, não é difícil de conseguir emprego. Mas e quando você consegue permanência como residente, decide botar a cara no sol, e trocar o mercado informal por uma vaga em uma empresa?

Nessa hora, além de ter que estar com o inglês afiado {na maioria das vezes}, é necessário também um bom currículo. Pedi a Andrea Santana, que trabalha como recrutadora em uma empresa lá em Sacramento, Califórnia, para falar um pouco sobre a entrada no mercado de trabalho nos Estados Unidos, currículo, e o famoso LinkedIn.

“Voltar ao mercado de trabalho depois de 4 anos já foi um passo enorme. Mas voltar ao mercado de trabalho, nos Estados Unidos, um país que eu nunca trabalhei, que eu não tinha uma experiência de escritório aqui, foi bem assustador. E pode ser bem assustador e frustrante pra muitas pessoas.”

Acompanhe a entrevista completa no vídeo.

Se você tiver dificuldade para visualizar o vídeo, clique aqui.

Semana que vem a Andrea vai falar um pouco mais aqui sobre esse universo da busca por uma vaga de emprego nos Estados Unidos. E aqui você sempre vai ver entrevistas e matérias relacionadas a trabalho na América de cima! Se inscreve no blog pra receber aviso! 😉

No blog da Andrea e no canal dela do YouTube também vai rolar uma série de vídeos relacionada a trabalho aqui, então não deixa de visitar e se inscrever pra não perder!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

Marido Gringo em: 7 Gestos Brasileiros Que Gringo Não Entende – Com Vídeo

untitled-design
Vamo
falar a verdade? Tem gesto que nem o próprio brasileiro entende… Certas manias nascem em determinadas regiões, e acabam não chegando em outras. O Brasil é enorme!
Agora… imagina gringo interpretando gestos que são nossos?

Eu vi um vídeo de uma campanha publicitária de um curso de inglês, e decidi testar aqui em casa com o Ben {meu marido gringo}, e registrar pra vocês. Claro que deu shit.

Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui.

Espero que tenham gostado! E aguarde, que esse meu teste não vai parar por aqui não…

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip – Maine Part I: Portland Observatory

bellenaamerica

Durante nossa road trip, um dos estados que visitamos foi Maine, e também foi o que passamos mais tempo. Consequentemente, visitamos mais lugares! Eis que só esse estado vai nos render 3 posts, e 3 vídeos. Já adianto que o estado é uma graça, mas vamos falar do Observatório de Portland…

bellenaamerica-1
Maquetes e planta da torre.

Em 1807 o capitão Lemuel Moody teve uma sacada genial: mandou construir a torre que seria o observatório, para ter visão das embarcações que estavam se aproximando do porto de Portland, e poder identificá-las em tempo suficiente para avisar aos que tinha interesse da informação. Até então, os navios eram vistos e identificados já muito próximos de atracar.

Moody criou um sistema de assinatura {subscription}, onde as pessoas pagavam $5 por mês para saberem com antecedência quando seus familiares ou mercadorias estavam chegando.

Ele identificava a embarcação de acordo com a bandeira, que era customizada e escolhida pelo próprio dono do navio! Ele erguia as bandeiras no mastro da torre como forma de repassar a informação {dos que eram assinantes, claro}.

O modo como a torre foi erguida é bem interessante. Moody não era engenheiro, mas era capitão e entendia de embarcações. Ele resolveu usar a lógica da construção de um navio, para construir sua torre. Pior que deu certo!

bellenaamerica-2

A vista lá de cima é bastante interessante: um 360 da cidade de Portland à quase 27 metros de altura!

photo-aug-14-11-31-29-am

O observatório só deixou de funcionar em 1923, quando o rádio chegou e tornou desnecessário o trabalho da torre. Quer ver mais? Dá play.

Se tiver problemas para visualizar o vídeo, clique aqui.

O observatório é patrimônio histórico nacional, e o único ponto de sinalização marítima ainda de pé nos Estados Unidos. A torre foi doada à cidade de Portland, restaurada, e abriu suas portas novamente em 1939. Em 1984 virou ponto turístico aberto à visitação.
O custo é de $10 por adulto, e você pode fazer o tour com ou sem guia. Para mais informação, clique aqui.
Endereço: 138 Congress Street on Munjoy Hill, Portland, Maine.

Próxima segunda tem mais Maine por aqui!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Bate-Papo Com Bia Borin – NY Tips BR

bate-papo

E o bate-papo da vez é com a linda Bia Borin, do canal NY Tips BR.
A Bia é atriz, mãe, e moradora da cidade que não dorme – NYC, e vai falar um pouco das suas aventuras pelos States e muito mais!

“A gente ficava no ‘Nossa, já pensou se um dia a gente morasse em Nova Iorque? Imagina!?’
E aí esse ‘imagina’ virou realidade. Meu marido conseguiu um visto de trabalho aqui.”

img_8715
Foto arquivo instagram da Bia: @nytipsbr

“Eu acho que ninguém sai da zona de conforto pra ficar igual. E que as dificuldades vão vir, e vão te fazer mais fortes, um ser humano com mais compaixão, que sabe que é igual à qualquer outro.”

Acompanha esse bate-papo na íntegra aí no vídeo! 😉

Se tiver com dificuldade para visualizar o vídeo, clique aqui.

Você pode encontrar mais info sobre a bia em seu website, e seguir ela no Facebook, insta @nytipsbr e snap borin.bia, e se inscrever no canal dela no YouTube. 🙂

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip – Wynwood Walls, Miami – Florida 

10420776_925147040841887_1273295705281389179_n

Tá indo à Miami? Se sua intenção é mais que go to the beach, hoje te trago uma dica super! Que tal dar uma passeada pelo Design DistrictPor lá você encontra moda, home decor, gastronomia, e Wynwood Walls.

10974552_415230985302804_5870769952385074923_o

As paredes grafitadas mais famosas da Flórida no bairro hipster em Miami, atraem turistas, e também famosos!

11203237_925147060841885_3291238041347379695_n
Sabe quem já sentou e tirou foto aí? Queen Bey e o Jay Z!

Se você tá procurando por um lugar descolado, e dar uma variada no seu roteiro outlet-praia, eu recomendo dar uma passada no distrito de artes. Eles contam com mais de 70 galerias, bares, e muita descontração.

 

E pra finalizar…

11203079_925147000841891_2982400192890736002_n

Fotos por Ben Takis – o meu paparazzi favorito! ❤

Para mais informação: Wynwood MiamiDesign District

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Morando Nos Estados Unidos: Como Vim Parar Aqui?

blog-graphic
Há 3 semanas venho postando minha saga – ou trilogia – lá no YouTube, e já que hoje é o último episódio, resolvi deixar os vídeos disponíveis todos juntos aqui no blog.

Muitas pessoas já me perguntaram como e porquê eu vim morar nos Estados Unidos. Finalmente contei minha história lá no canal, e se você tiver curiosidade também, assiste aí! 😉

PARTE I

Se não conseguir visualizar esse vídeo, clique aqui.

PARTE II

Se não conseguir visualizar esse vídeo, clique aqui.

PARTE III

Se não conseguir visualizar esse vídeo, clique aqui.

Espero que tenham gostado da história. Tentei passar a emoção da aventura, mesmo que de uma forma resumida. 🙂

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Vermont: Visita à Fábrica de Sorvete Ben & Jerry’s

photo-aug-13-1-22-16-pm
Durante nossa rápida passagem por Vermont, paramos para visitar a fábrica de sorvete Ben & Jerry’s, e conhecer um pouco da história por trás do sucesso desse negócio {fora o sorvete que é delicioso!}.

bellenaamerica-6
Sorvete derramado de mentira! Lol – Disponível no Gift Shop da fábrica.

Tudo começou em 1978, quando Ben and Jerry decidiram abrir uma sorveteria em Vermont, num antigo posto de gasolina. A sorveteria logo virou sucesso! Com dois anos de existência, eles abriram sua primeira franquia numa cidade próxima.
E foi lá, em Vermont,  que eles decidiram manter suas apostas financeiras. Em 1984 os parceiros decidiram abrir as portas para investidores, mas apenas daquele estado – apoiando assim a economia local. Mais da história, você pode ver aqui {em inglês}.

bellenaamerica-5

Eu achei super interessante a quantidade de sorveterias que vi em nosso caminho pelo Norte do país! Lá em cima faz muito frio e, mesmo assim, o mercado não morre – prova viva tá aí o Ben & Jerry’s, que deve servir de inspiração pra muitos empreendedores por lá.

A fábrica oferece tours, e apesar de não poder filmar na parte onde o sorvete é realmente feito, fiz alguns registros do local pra mostrar por aqui!

Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui.

Achei super válida a visita, e você ainda ganha uma amostrinha grátis – confesso que não lembro de ter provado dessa marca de sorvete antes desse dia! =O Apaixonei!
O endereço é: 1281 Waterbury-Stowe Rd Waterbury, VT 05676
O tour custa apenas $4 por adulto. Mais info aqui.

Quer ver o resto da visita à Vermont? Clica aqui.

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Bate-Papo Com Kecia Blog Dia-a-Dia Nos EUA

Bate-Papo (1)

O bate-papo da vez é com a Kecia, autora do blog Dia-a-Dia Nos EUA, produtora de conteúdo pro canal do YouTube com o mesmo nome do blog, e minha amiga.
A bagaceira foi grande e Newark ficou pequeno pra gente! Depois do vídeo super divertido comigo que saiu lá no canal dela, chegou minha vez de colocar essa danada no meu canal também, né não?!

“Minha vida tava toda redondinha, mas sabe quando você tem uma sede de mudar? Uma sede por coisa nova? Então eu falei cara… Conversei no meu trabalho, conversei com minha família, e falei: tô indo me aventurar!”

Essa mineira arretada está por aqui por New Jersey há 4 anos, batalhando todos os dias, e ainda dando conta de suas redes sociais, canal e blog. Um exemplo de quem corre atrás!
E que sorte que tenho de achar pessoas como a Kecia, e todas as outras que já passaram por aqui e vão passar, para dar seus testemunhos reais sobre o que é viver na América de Cima!

FullSizeRender (6)
Arquivo pessoal do Insta da Kecia – @dia_a_dia_nos_eua

“No Brasil a gente tá acostumado a trabalhar em escritório, segunda à sexta. O que eu mais tive dificuldade foi chegar aqui e trabalhar informalmente.”

Problemas para visualizar o vídeo? Clique aqui.

A Kecia fala muito sobre Estados Unidos e como é morar aqui, e fala também de beleza e lojas bapho pra você ir às compras! Além de que, ela tem um astral super pra cima! Então pra seguir ela nas redes sociais, é só add ela no insta @dia_a_dia_nos_eua e no snap kecia_eua – Se inscreve lá no canal, curte a página do face, e dá uma passada no blog também! Blz?!

Kecia, muito obrigada por ter topado esse bate-papo! Tô doida pelo próximo!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip New England – Albany, NY

@bellenaamerica (1)
Apesar da passagem ter sido rápida, e do calor de matar, deu pra aproveitar um pouquinho de Albany, a capital do Estado  de Nova Iorque.
Primeiro fomos matar a fome num restaurante local {como sempre, a gente valoriza o comércio local, né?} chamado Café Madison. Não fomos muito com a cara gosto da comida…

De lá demos uma andada no centro da cidade. Cada prédio lindo! Arquitetura show! Tanto por lá, quanto nos arredores da cidade também.

@bellenaamerica
Um pouco do que vimos, e o esquilo que pousa para fotos… ❤

O legal sabe o que foi? Ver todo o caminho de Long Island, que é uma área que fica leste à NYC, passar por Manhattan, Bronx, sair da muvuca, e chegar até Albany. Depois disso, cabou-se! É só área rural – mas rural mesmo! Enfim… Fiz um vídeo curtinho da nossa primeira parada. O resultado tá aí!

Se não estiver conseguindo visualizar o vídeo, clique aqui.

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.

Trabalhando Nos Estados Unidos: Opções Para Abrir Seu Próprio Negócio


Quando decidimos morar nos Estados Unidos, muitas vezes achamos que nossas opções de trabalho estão restritas ao óbvio: babysitting, trabalhar em restaurante, ou housekeeping, por exemplo. Muitas vezes porque não temos “documento”, ou até mesmo quem já tem a tão sonhada permissão de trabalho também.
O fato é que esses jobs são mais fáceis de conseguir, e dão uma grana legal. Uma cleaner com seu próprio schedule, pode chegar a faturar por volta de $1000,00 por semana {levando em consideração que ela trabalhe sozinha, fazendo 2 casas por dia a $100 cada – que é difícil}. Uma nanny que ganha em média $16/h, trabalhando 40h semanais fatura $640,00 por semana. E muitas vezes, esse pessoal não paga taxas ao governo, então o valor bruto acaba sendo também o valor líquido.
Aos que gostam do trabalho, é uma opção ótima. Mas aos que acham que não têm saída, a coisa não é bem assim. Saída tem, mas isso vai implicar uma demanda de tempo, dedicação, e coragem de sair da sua zona de conforto.

Contando com o fato de que ficamos meio perdidos quando mudamos de país, e que se achar não é uma tarefa assim tão fácil, vale a pena se pré-dispor ao novo e pesquisar alternativas de carreira. Pense fora da caixa: você é bom em quê? O que você se vê fazendo? Quais seus sonhos? Você tem experiência prévia de trabalho no Brasil, que acha que pode aproveitar/reciclar? Tudo isso deve ser levado em consideração.

As pessoas estão bitoladas ao pensamento de que vivemos para esperar a sexta-feira – if you know what I mean…Mas não precisamos viver empurrando o trabalho com a barriga. Outra coisa que as pessoas também precisam mudar, e é cultural, é achar que só existe um caminho, que não podemos mudar, e se tentamos e não dá certo, somos “perdedores” ou idiotas. Se hoje em dia até árvore eles mudam de lugar, e ela floresce, imagina a gente?

Eu descobri que sou apaixonada pelo mundo do empreendedorismo e marketing. Engraçado… No Brasil eu era da área de saúde {fisioterapia}. Mas a vida me levou à caminhos diferentes, e eu acabei me descobrindo em outros campos. Quem diria? Eu vir aqui, sem faculdade, mas com experiência de quem empreende e lida com pessoas há 16 anos, tentar passar uma mensagem positiva pra quem sente vontade de ter seu próprio negócio, sua própria prática, assumir as rédias e, como tá na moda dizer, virar protagonista. E vou te dizer uma coisa: sem precisar de diplomas.

office-620817_640

As opções são variadas. Aqui vou deixar apenas algumas.
Eu trabalho como Professional Organizer há 1 ano profissionalmente, informalmente, desde que me entendo de gente. Sabe o porquê? Essa é uma opção ótima pra quem é organizado nato, não requer diploma algum, e é necessário um baixo investimento financeiro. O que eu precisei foi me jogar no mundo dos negócios e marketing, que é fundamental para QUALQUER business – pequeno ou não.
Outra coisa que não precisa de certificação, e que existe demanda de mercado, é ser decoradora ou home stylist – você tem sim que entender de decoração, tendências, e ter um mínimo de noção de design de interior. Ótima opção pra quem tem uma queda pelo ramo, ou até mesmo estudou interior design no Brasil.
Lojas online é outro tipo de mercado que tá crescendo disparado. Acho que o que mais a gente busca hoje em dia é comodidade, não é mesmo? Se você mexe com artesanatos, não é difícil de começar lojinha no Etsy – claro que o marketing vai ser muito importante pra você fazer o mundo saber que suas peças existem, e convencer o cliente a comprá-las.
Tem talento pra maquiagem e outros afins do mundo feminino {ou masculino também, por que não?}? Já pensou em virar maquiadora/depiladora/designer de sobrancelhas? Já existe muita gente fazendo isso sim, mas a demanda de clientes é grande. E se você souber fidelizar, a clientela vai sempre voltar pra você.
Coaching – hoje em dia tem coach pra tudo! E você sabia que, pelo menos pra ser life e business coach, você não precisa de certificação? Acho meio complicado começar sem curso, mas é possível, então…

Só um detalhe: mesmo “sem documento”, é possível sim se virar. Tem muita gente que faz isso e tá muito bem hoje. É só você pagar as taxas {SIM! Tem que pagar a taxas. É chato, mas pelo menos aqui vemos retorno}. E tudo isso aí, você consegue começar a fazer em paralelo ao seu trabalho atual. É só saber se planejar!
E falando em planejar, tudo vai começar daí. Plano de negócio, estratégia, passo-a-passo.

Empreender não é fácil, e acho que não é pra todo mundo. Exige muito esforço, determinação, tempo, e paciência. Mas vale a pena. Vale a pena também pesquisar sobre novos mercados, o campo que você pretende entrar, tentar se aprofundar mais, e fazer cursos. Aprender nunca vai ser suficiente, e é um investimento com retorno, no mínimo, de estímulo do cérebro. Só agrega. Usar a internet pra achar fontes online gratuitas, no caso daqueles que não dispõem de recursos financeiros, pelo menos de imediato, é a maior dica que eu poderia deixar aqui. De grão em grão de informação, a galinha enche o papo – ou você enche seu caderninho de anotações.

Outra dica é, se você quer muito uma coisa, corra atrás. Nada cai do céu não! Deus ajuda quem trabalha, e quem sabe enxergar as oportunidades.

Se você quer saber como danado eu resolvi deixar de ser nanny, com 1 mês definitivamente de volta à América de cima, contei tudo aqui. Também fiz um texto sobre o sentimento de se sentir lost, que só a gente que mora/morou fora entende.

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog #BelleNaAmérica.
Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog, no canal do Youtube, e curtir a página do face pra não perder nenhuma postagem!

———> Já conhece o #ProjetoEntrandoNoEixo? Clica aqui! 

Xo,
Belle Azevedo.