Morando Nos EUA – O Sentimento de Estar “Lost”

fog-1208283_1920

Uma coisa que reparei que a maioria das meninas que ficam por aqui e casam têm em comum, é a sensação de estar perdida. Perdida no sentido profissional. Faculdade aqui é diferente, nosso diploma do Brasil {para as que têm}, quando pode transferir, é bem burocrático – e demorado.
Eu rodei um pouco até realmente começar a trilhar o caminho da profissão que eu realmente queria no Brasil. Só que essa vontade de ser uma coisa lá, acabou não sendo a mesma daqui. E aí o que fazer?
Eu acredito que você não tem que trilhar apenas um caminho na sua vida toda. Acredito que se você não se sente mais completo(a) no que está fazendo, vale a pena mudar sim, e seguir uma outra área… Que complicado, né? Decidir nossa profissão aos 18 anos, e querer ficar nela pra sempre? Aos que se acham até mesmo antes de entrar no ensino médio, ótimo. Aos que não têm certeza, o negócio é continuar buscando seu propósito.
Essa busca pelo propósito, aqui, parece que causa uma agonia maior… Pra quem acha que vida de expatriada é fácil, se engana. Aqui precisamos nos reinventar, e nem sempre estamos preparados pra isso. E nem sempre também encontramos apoio nessa empreitada! Até porque, na nossa cultura {brasileira}, parece que estamos supostos a acertar sempre, e se não, somos fracassados e temos dedos apontados pra gente. Mas gente?!
Ainda bem que aqui é diferente! Isso é bom. Mas ainda assim, continuamos perdidos…

internet-search-engine-1433323_1920

Buscar ajuda é fundamental pra chegar na saída do túnel. Salário é importante, mas refletir sobre o que você se imagina fazendo, acordando com um sorriso no rosto de manhã, feliz porque tem um trabalho, é mais que ter uma conta gorda no banco – afinal, saúde aqui é uma coisa caríssima, e trabalhar infeliz adoece {a alma e o corpo}.
Uma vez que você tem uma lista de coisas possíveis que você se vê fazendo, é hora de ir em busca de mais detalhes sobre aquelas carreiras, e começar a cortar aquelas que não te dão tanto brilho nos olhos assim… Eu fiz isso. Tá dando certo.
Meu caderninho ficou cheio de anotações, marcado com cores diferentes, até eu chegar à conclusão do caminho que eu queria começar a trilhar. Sempre com muita pesquisa – o santo Google tá aí pra isso.
Engraçado é que esse caminho acabou me levando a descobrir coisas sobre mim que eu até então não sabia! Habilidades que estavam guardadas, e que começaram a florescer do nada. E ideias e mais ideias! Um caminho que me levou ao outro. Hoje eu sinto falta da minha faculdade no Brasil {que eu estaria terminando agora em Dezembro}, mas eu escolhi viver aqui. E aqui, eu preferi seguir um caminho diferente, mas que também me desse mais que dinheiro para pagar contas ou comprar sapatos.
Eu sou empreendedora {saiba mais aqui}, e meu negócio não exige que eu tenha um diploma de faculdade. Mas o diploma está nos meus planos sim – sempre esteve. Só não para agora… Quando chegar o momento, vou pesquisar e fazer anotações também.
Essa busca por um novo propósito não tem que ser agonizante – vamos evitar a ansiedade. E às vezes, assim como eu, você pode acabar descobrindo algo que antes não havia passado na sua mente, e pimba! Acha o caminho pra seguir, construir uma carreira, ganhar dinheiro, e ser feliz.
Mas sempre com uma coisa em mente: se não der certo, se reinvente! A gente não tem que acertar sempre!

“If you don’t like where you are, change. You are not a tree.”

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do blog BelleNaAmérica, residente do Estado de Maryland, e uma eterna apaixonada por descobrir coisas e histórias novas. Cheguei aqui novamente um ano atrás, perdida, e sem esperança de estudar. Foi aí que despertei, me reinventei, e hoje a melhor coisa que me aconteceu foi não ter entrado na faculdade como havia planejado, pra fazer um curso que não era bem o que queria, só pra suprir minha necessidade de arrumar um emprego no futuro. Mas essa é a minha história. Qual a sua?

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

Califórnia – Universal Studios & Griffith Observatory

IMG_4859

Bora pra mais um #vlog da viagem pra Califórnia? Dessa vez eu mostro um pouco do lado de fora do Parque Universal {sorry, gente! preferi investir a grana em outro passeio…}, e o observatório Griffith – quem aqui assistiu As Panteras 2 {Charlie’s Angels}??? Quem lembra dessa cena:

4002159396_d2168cee5d

Pois esse é o tal Observatory do qual tô falando e vou mostrar mais…
A vista de lá é linda, e o ambiente ótimo – pra ler, tirar fotos, conhecer um pouco de astronomia, ou usar a wi-fi. Com certeza um dos pontos de Los Angeles que vale a pena conhecer, e aconselho ir num horário que dê pra ver o pôr-do-sol, e sair de lá quando já tiver escurecido – a vista da cidade fica ainda mais linda com tudo iluminado. Voltarei lá pra ver o anoitecer…
Você pode pegar a trilha e ir a pé, ou de carro. A pé não dá pra ir à noite hein, gente!
A entrada é gratuita, e o local é aberto de terça à domingo. Para mais info, clica aqui.
Endereço: 2800 East Observatory Rd., Los Angeles, CA 90027

IMG_4861
Griffith Observatory

Agora falando do Universal Studios – cara, só o complexo do lado de fora do parque já dá pra ver que o parque em si é show! Mas parques de diversão não são muito minha cara… Então investi a grana em outra coisa. Mas a ída valeu muito a pena! Até vi a Meghan Trainor {aquela do All About That Bass}. Ainda comi um chocolate divino, e resisti a tentação de comprar lembrancinhas do parque! Mesmo não tendo entrado, posso dizer que #eufui #eutava HAHAHAHAHAHA
Se você está pensando em visitar a Universal Studios, ou qualquer outro parque, fique atento! Os preços da entrada online são geralmente mais baratos que lá na hora!
Endereço: 100 Universal City Plaza, Universal City, CA 91608

IMG_4862

Agora vamos parar a enrolação, e vamos para o vídeo! Espero que gostem!

Esse foi mais um #vlog na Califórnia, com dicas do que fazer por Los Angeles! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Morando Nos EUA: Casamento X Green Card X Cidadania – Saiba a Diferença

IMG_4852Quando casei eu comecei a ouvir muitas pessoas me dizendo que eu tinha me tornado uma cidadã americana – pelo simples fato de eu ter casado.
Well… Não.
Resolvi fazer um vídeo explicando a diferença entre casar com um americano/cidadão americano, ter um green card, e se tornar cidadão.
Se você tem essa curiosidade, assiste aí. Não esquece de repassar pra quem você acha que essa informação pode ser útil. 😉

Esse é um vídeo da série “Morando Nos Estados Unidos“.

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Califórnia – Hollywood Blvd

E aqui vai mais um registro da minha viagem à Califórnia. Dessa vez uma andada que dei pela Hollywood Blvd, onde fica a famosa Walk Of Fame {Calçada da Fama}. A calçada cheia de estrelas, tanta que desisti de olhar todas! hahahahah
Lá você também encontra um Shopping Center, CVS, vários Shops pra comprar lembrancinhas, o Chinese Theatre {que vale a pena pelo menos passar na frente}, e o Madame Tussauds {museu de cera}, dentre outras atrações.
Eu fui conferir o Madame Tussauds pela primeira vez – aqui por DC tem um, e em NYC também tem – estão na lista, afinal, as estátuas são diferentes. Gastei $23 comprando pelo site {na porta fica mais caro}, e achei bem legal! Meu passeio durou pouco mais de uma hora, e “tirei fotos” com várias celebs!

É bom ficar ligado enquanto anda por lá, não aceitar nada “de graça”, e não entrar na tal Scientology DE JEITO NENHUM! – maior furada da vida aquilo lá, por motivos que nem vale a pena expor aqui… NÃO ENTRE! kkkkkkkkkkkkkkk – aviso amigo!
Se eu disser que esse ponto turístico me impressionou, estaria mentindo. Não voltaria lá, porque sinceramente, não vi nada demais. Na verdade, esperava mais… Mas vale a pena conferir! 🙂
Agora vamos pro vídeo, porque registrei minha passada por lá, principalmente o museu!

O próximo #vlog vai ter um passeio que eu amei! O Observatório! Aguardem… 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Morando Nos EUA – Entrevista Com Nayara do LTC

IMG_6496
Ela prometeu voltar pra casa, e não voltou.
A Nayara Espezim veio como Au Pair para passar um ano nos Estados Unidos, e já está aqui há cinco! Hoje ela é estudante, e dá aulas de inglês e dá consultoria à futuras Au Pairs através de sua escola chamada LTC – Learning And Traveling Center. Eu conheci a Nayara através do próprio site dela, o qual sou colunista {com o maior prazer}, e resolvi pedir pra ela dar uma entrevista – num sou besta!
Então ela topou, e no vídeo ela compartilha um pouco da sua vida aqui na América de cima. 

Instantâneo 1 (5-26-2016 10-01 PM)

“Engraçado que quando o avião pousou no solo americano, eu pensei – finalmente eu cheguei em casa.” – Nayara.

Gostaria de expressar aqui minha gratidão à Nay por ter gaseado um pouco da aula pra me encontrar. Adorei conhecê-la pessoalmente e papear um bocado! hahahaha

Se você está aprendendo inglês, ou conhece alguém que está, ou pretende fazer intercâmbio, a Nayara dá várias dicas em seu canal no YouTube, no site do LTC, no Insta @ltc_learning_traveling_center, e pelo Snap ltc-learning – add ela nas mídias aí pra ficar por dentro, e ainda vê um pouco de NY!

Espero que vocês tenham curtido a minha primeira entrevista ever! Logo logo vai ter mais!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do #BelleNaAmérica, e para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Califórnia – Hollywood Hike + Santa Monica

IMG_4776

Começando a série sobre Califórnia por LA {ou Los Angeles} com uma de suas prais mais famosas – Santa Monica, e a caminhada {ou subida de morro} até o sinal de Hollywood!
O dia não começou tão cedo – até porque, chegamos de Vegas já eram umas 3 da manhã… Mas começou com a caminhada, sem protetor solar, e com uma sapatilha nada confortável – coisa que nem preciso comentar, né? Burrice total da minha parte.
A caminhada é longa, e eu resolvi ir tanto na parte de trás, quanto na frente. Acho que vale a pena fazer isso, hein?! Não só por fotos, mas pela vista lá cima que é incrível!
No fim da tarde fomos visitar a famosa Santa Monica, e eu pude ver o Oceano e o pôr-do-sol do Pacífico pela primeira vez na vida – sabe aquela coisa que você vê em filme quando é novinha, e acha que nunca vai passar daquilo: cena de filme? Sensação boa quando a gente pode viver aquilo de verdade, conhecer algo que nunca imaginaríamos que conheceríamos. Minha visita à Califórnia foi bem assim, uma mistura de emoção e nostalgia.

Hollywood Hike

Se você quiser ir fazer a Hollywood Hike, é bom ir de manhã cedo, e levar bastante água! O clima é seco, então pra desidratar é facinho – e uma vez que você tá lá em cima, não tem onde comprar água ou comida, então leva algo leve pra fazer um lanche e ajudar na glicemia. Roupas leves, tênis {não caiam na besteira que caí de não ir de tênis, hein?}, protetor solar e labial, e muita disposição pra que você vá até o topo e volte sem problemas. Destine 3 horas do seu dia só pra isso. E não esquece a câmera, hein?
IMG_4783

Santa Monica

Santa Monica é um local que você com certeza deve ir! O ideal é deixar o carro por lá, pegar a bicicleta, e ir até Venice Beach pra assistir o pôr-do-sol e voltar – mas a belezinha aqui tava com preguiça, e a gente acabou se atrasando na hike. No Píer você encontra o Churros do vídeo {delícia por $3,50}, lojinhas pra comprar lembrancinhas, e o parque. A rua que a gente foi tem um shopping center MA-RA se você quiser dar uma olhada nas coisas. Como mencionei, me empolguei na Forever 21 de lá, porque eles não têm as mesmas coisas aqui, e pirei com as bijous deles {bijou é meu ponto fraco!}. Se você não quiser fazer o passeio até Venice, vale a pena levar uma toalha, cobertor {vento frio por lá, só pra deixar de aviso}, e sentar naquela areia deliciosa pra assistir o sol ir embora.
IMG_4784

Endereço:

E por aqui encerro o primeiro post da série Califórnia. Ainda tem mais uns 4…

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip – Vegas, Baby

Sim! #eufui #eutava em VEGAS!
Foi um bate e volta muito louco, mas deu tudo certo e adorei conhecer um pouco da cidade badaladíssima!

Saímos de Los Angeles {Califórnia} ainda pela manhã, porém não tão cedo, e demos umas paradas no caminho pra usar banheiro, comer, abastecer, e tirar fotos {claro}. A estrada acaba tornando-se agradável com as montanhas e cenário de deserto.

IMG_4744

São 4 horas e meia de viagem, mas eu recomendaria contar como 6 horas por conta das paradas. Lembre de encher o tanque do carro ainda na cidade, quando chega na parte de estrada, no deserto, as coisas começam a ficar mais distantes, e em certo ponto fica longe de um posto pro outro. Você não quer correr o risco de ficar sem gasolina no meio da rua, né?!

Chegamos em Vegas mais de 4 da tarde, e pegamos um temporal quando paramos o carro para tirar foto no Vegas Sign {foto lá de cima}. Foi quase uma hora perdida esperando a chuva {que chuva!} passar. Mas conseguimos, e de lá partimos pro Hooters Casino Hotel, onde paramos o carro {de graça} e jantamos.
E aí? Usar as canelas e andar pra cima e pra baixo nas ruas principais!

IMG_4746

Eles tem umas cidades cenográficas {acho que posso chamar assim} tipo essa com New York de plástico {sério! kkkkk}.

IMG_4748

Esse prédio me fez sentir na Rússia de verdade. Mesmo sem nem nunca ter ido lá…

IMG_4747

A cidade é cheia de luzes, glamour e pecado – não é à toa que dizem aquela frase “What happens in Vegas, stays in Vegas” ou “O que acontece em Vegas, permanece em Vegas“.
Acho que a maioria das pessoas que visitam, vão em busca de diversão, baladas e uns bons drinks. No meu caso, senhora casada, recatada e do lar fui só pra conhecer e levar vocês mesmo. #santa

IMG_4749

Não entrei no Hard Rock de Vegas, mas olhe, passe na frente, e vi que essa guitarra aí é mágica – reparem no vídeo, ok? Se não  entender, volta até sacar, blz? [rindo horrores. sorry]

IMG_4750

E o nosso passeio turístico terminou onde? Nele: Bellagio.
Passamos quase 1 HORA esperando a tal das águas, mas valeu a pena. Nessa noite eles tinham uma apresentação especial, e vou postar o vídeo só com isso lá no face, ok? Aproveita e curte a página. 😉

Mas parei de enrolação. Segue o vídeo do #vlog

Se você está visitando Los Angeles por alguns dias, vale a pena alugar um carro e passar um fim de semana em Vegas. Com menos de 50 Obamas você vai e volta, e hotel lá {tipo o Hooters} não é caro não – dá pra pegar uma noite por $70 em média. Se você vai com mais gente, o negócio, além de ficar mais divertido, fica mais barato. 😉
Mas olhe, vá. Vá nem que seja nesse bate e volta, que você não vai se arrepender.

Se curtiu, não esquece de dar um like no post. Também pode deixar sua opinião, dúvida, ou sugestão nos comentários.

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

Tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

DC – Cherry Blossom Festival

IMG_5237

Em 1912, o prefeito de Tokyo entregou como presente 3.000 árvores de Cerejeiras Japonesas como símbolo da relação entre os Estados Unidos e o Japão. De lá pra cá, vários outros presentes foram trocados entre os dois países {e você pode conferir aqui – em inglês}. O festival passou a acontecer anualmente, não apenas para lembrar a data, mas atualmente é também a abertura da Primavera por aqui.

IMG_5239
II World War  Memorial – com vista pro Lincoln Memorial

O Cherry Blossom acontece entre Março e Abril, e o auge é quando as árvores atingem seu pico – que esse ano foi mais cedo que o normal {coisa de 10 dias mais cedo}. O pico é quando as flores estão no auge do seu desabrochamento – existe isso? HAHA. É por aí. Esse pico dura apenas de 4 à 10 dias, por isso corri lá no dia 27 de março pra conferir um pouquinho e registrar para o #BelleNaAmérica

O Festival esse ano {2016} acontece de 20 de março à 17 de abril, e conta com música, atrações para toda a família, além de uma Parade {que deve ser massa!}, e também queima de fogos na beira do Rio Potomac {você pode encontrar mais info sobre os eventos aqui}.

IMG_5240

  • Curiosidade:
    Flor de Cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, afelicidade, a renovação e aesperança. É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.
    O início da floração das cerejeiras marca o fim do inverno e a chegada da primavera.
    A cerejeira fica pouco tempo florida, por isso suas flores representam afragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.” Fonte: http://www.significados.com.br/flor-de-cerejeira/
  • “Em geral, as flores dão em cachos, cada uma tendo cinco pétalas com bordas irregulares, mas algumas variedades têm muito mais pétalas. Sua cor vai do quase branco ao rosa e até mesmo carmesim, incluindo também tons intermediários. A cor e a forma dessas flores há muito têm servido como símbolo da pureza e da simplicidade.” Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102005247

IMG_5241

As árvores ficam ao redor do Rio Potomac, no Tidal Basin. O local por si só já é encantador, e com as cerejeiras, fica ainda mais lindo! Ótimo para tirar fotos 😉

Espero que tenham curtido o post e vídeo de hoje! =)

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

North Carolina: Lexington Glassworks 

0AD8E5B2-F265-481C-8D37-D2310D10D89B
Durante nossa passada por Asheville, na Carolina do Norte, visitamos a Lexington Glassworks, que é uma oficina de trabalhos com vidro bastante conhecida naquela região.

Infelizmente, a parte da oficina onde os artesãos fazem suas demonstrações, estava fechada naquele dia {terça-feira}. Mas pelo que pude conferir na loja, já deu pra ver que perdi um show!  

Os trabalhos têm valores variados, e são um pouquinhos salgados. Mas as peças são lindas! Deu vontade de levar tudo pra casa, mas o orçamento só deu pra um enfeite pra árvore de natal… hehehehehe

Se você quiser ver um pouco mais, eu mostro a loja e outras coisas que conferimos lá por Asheville nesse post aqui {com vídeo!}.

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e oTwitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

 

Au Pair: Host Family

Au Pair

Cair numa boa host family é questão de sorte sim, mas você pode ajudar nisso e muito. Afinal, você quem vai dar a palavra final na hora do match. Até porque, a família com quem você vai morar vai fazer o seu ano inesquecível: tão bom que você vai querer renovar, ou tão ruim que talvez você nem aguente terminar seu intercâmbio.

~ Qual dos dois tipos de experiência você vai querer?

Claro que família perfeita não é fácil de achar, e a vida de Au Pair é cheia de dores e delícias de qualquer forma. Só que se pudermos ter pelo menos uma boa convivência e diálogo, morar num local que preencha nossas expectativas, já tá de bom tamanho.
Por isso eu reuni umas dicas pra você nesse vídeo, com o intuito de te ajudar a tomar essa decisão tão importante com calma.

Esse vídeo é o terceiro da série Au Pair, e você acha os posters anteriores aqui:
~O que é o programa?
~ Como se planejar?

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscreve aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.