Califórnia – Hollywood Blvd

E aqui vai mais um registro da minha viagem à Califórnia. Dessa vez uma andada que dei pela Hollywood Blvd, onde fica a famosa Walk Of Fame {Calçada da Fama}. A calçada cheia de estrelas, tanta que desisti de olhar todas! hahahahah
Lá você também encontra um Shopping Center, CVS, vários Shops pra comprar lembrancinhas, o Chinese Theatre {que vale a pena pelo menos passar na frente}, e o Madame Tussauds {museu de cera}, dentre outras atrações.
Eu fui conferir o Madame Tussauds pela primeira vez – aqui por DC tem um, e em NYC também tem – estão na lista, afinal, as estátuas são diferentes. Gastei $23 comprando pelo site {na porta fica mais caro}, e achei bem legal! Meu passeio durou pouco mais de uma hora, e “tirei fotos” com várias celebs!

É bom ficar ligado enquanto anda por lá, não aceitar nada “de graça”, e não entrar na tal Scientology DE JEITO NENHUM! – maior furada da vida aquilo lá, por motivos que nem vale a pena expor aqui… NÃO ENTRE! kkkkkkkkkkkkkkk – aviso amigo!
Se eu disser que esse ponto turístico me impressionou, estaria mentindo. Não voltaria lá, porque sinceramente, não vi nada demais. Na verdade, esperava mais… Mas vale a pena conferir! 🙂
Agora vamos pro vídeo, porque registrei minha passada por lá, principalmente o museu!

O próximo #vlog vai ter um passeio que eu amei! O Observatório! Aguardem… 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

Morando Nos EUA – Entrevista Com Nayara do LTC

IMG_6496
Ela prometeu voltar pra casa, e não voltou.
A Nayara Espezim veio como Au Pair para passar um ano nos Estados Unidos, e já está aqui há cinco! Hoje ela é estudante, e dá aulas de inglês e dá consultoria à futuras Au Pairs através de sua escola chamada LTC – Learning And Traveling Center. Eu conheci a Nayara através do próprio site dela, o qual sou colunista {com o maior prazer}, e resolvi pedir pra ela dar uma entrevista – num sou besta!
Então ela topou, e no vídeo ela compartilha um pouco da sua vida aqui na América de cima. 

Instantâneo 1 (5-26-2016 10-01 PM)

“Engraçado que quando o avião pousou no solo americano, eu pensei – finalmente eu cheguei em casa.” – Nayara.

Gostaria de expressar aqui minha gratidão à Nay por ter gaseado um pouco da aula pra me encontrar. Adorei conhecê-la pessoalmente e papear um bocado! hahahaha

Se você está aprendendo inglês, ou conhece alguém que está, ou pretende fazer intercâmbio, a Nayara dá várias dicas em seu canal no YouTube, no site do LTC, no Insta @ltc_learning_traveling_center, e pelo Snap ltc-learning – add ela nas mídias aí pra ficar por dentro, e ainda vê um pouco de NY!

Espero que vocês tenham curtido a minha primeira entrevista ever! Logo logo vai ter mais!

Eu sou Izabelle Azevedo, autora do #BelleNaAmérica, e para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Road Trip – Vegas, Baby

Sim! #eufui #eutava em VEGAS!
Foi um bate e volta muito louco, mas deu tudo certo e adorei conhecer um pouco da cidade badaladíssima!

Saímos de Los Angeles {Califórnia} ainda pela manhã, porém não tão cedo, e demos umas paradas no caminho pra usar banheiro, comer, abastecer, e tirar fotos {claro}. A estrada acaba tornando-se agradável com as montanhas e cenário de deserto.

IMG_4744

São 4 horas e meia de viagem, mas eu recomendaria contar como 6 horas por conta das paradas. Lembre de encher o tanque do carro ainda na cidade, quando chega na parte de estrada, no deserto, as coisas começam a ficar mais distantes, e em certo ponto fica longe de um posto pro outro. Você não quer correr o risco de ficar sem gasolina no meio da rua, né?!

Chegamos em Vegas mais de 4 da tarde, e pegamos um temporal quando paramos o carro para tirar foto no Vegas Sign {foto lá de cima}. Foi quase uma hora perdida esperando a chuva {que chuva!} passar. Mas conseguimos, e de lá partimos pro Hooters Casino Hotel, onde paramos o carro {de graça} e jantamos.
E aí? Usar as canelas e andar pra cima e pra baixo nas ruas principais!

IMG_4746

Eles tem umas cidades cenográficas {acho que posso chamar assim} tipo essa com New York de plástico {sério! kkkkk}.

IMG_4748

Esse prédio me fez sentir na Rússia de verdade. Mesmo sem nem nunca ter ido lá…

IMG_4747

A cidade é cheia de luzes, glamour e pecado – não é à toa que dizem aquela frase “What happens in Vegas, stays in Vegas” ou “O que acontece em Vegas, permanece em Vegas“.
Acho que a maioria das pessoas que visitam, vão em busca de diversão, baladas e uns bons drinks. No meu caso, senhora casada, recatada e do lar fui só pra conhecer e levar vocês mesmo. #santa

IMG_4749

Não entrei no Hard Rock de Vegas, mas olhe, passe na frente, e vi que essa guitarra aí é mágica – reparem no vídeo, ok? Se não  entender, volta até sacar, blz? [rindo horrores. sorry]

IMG_4750

E o nosso passeio turístico terminou onde? Nele: Bellagio.
Passamos quase 1 HORA esperando a tal das águas, mas valeu a pena. Nessa noite eles tinham uma apresentação especial, e vou postar o vídeo só com isso lá no face, ok? Aproveita e curte a página. 😉

Mas parei de enrolação. Segue o vídeo do #vlog

Se você está visitando Los Angeles por alguns dias, vale a pena alugar um carro e passar um fim de semana em Vegas. Com menos de 50 Obamas você vai e volta, e hotel lá {tipo o Hooters} não é caro não – dá pra pegar uma noite por $70 em média. Se você vai com mais gente, o negócio, além de ficar mais divertido, fica mais barato. 😉
Mas olhe, vá. Vá nem que seja nesse bate e volta, que você não vai se arrepender.

Se curtiu, não esquece de dar um like no post. Também pode deixar sua opinião, dúvida, ou sugestão nos comentários.

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

Tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Au Pair: Host Family

Au Pair

Cair numa boa host family é questão de sorte sim, mas você pode ajudar nisso e muito. Afinal, você quem vai dar a palavra final na hora do match. Até porque, a família com quem você vai morar vai fazer o seu ano inesquecível: tão bom que você vai querer renovar, ou tão ruim que talvez você nem aguente terminar seu intercâmbio.

~ Qual dos dois tipos de experiência você vai querer?

Claro que família perfeita não é fácil de achar, e a vida de Au Pair é cheia de dores e delícias de qualquer forma. Só que se pudermos ter pelo menos uma boa convivência e diálogo, morar num local que preencha nossas expectativas, já tá de bom tamanho.
Por isso eu reuni umas dicas pra você nesse vídeo, com o intuito de te ajudar a tomar essa decisão tão importante com calma.

Esse vídeo é o terceiro da série Au Pair, e você acha os posters anteriores aqui:
~O que é o programa?
~ Como se planejar?

Curtiu?

Deixe sua opinião, sugestões, críticas, ou esculhambações, aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscreve aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Au Pair: Como Se Planejar

Au Pair

Quando eu decidi ser Au Pair, o que me ajudou muito durante o processo foi o meu planejamento.
Dentre todas as coisas que precisamos ter, comprar, pagar, facilita bastante você ter um plano de como, quê, e quando, e saber por onde começar também.
O segundo vídeo da série sobre o intercâmbio é dedicado justamente à isso: Como se planejar pra ser Au Pair!

Clica no play 😉

Eu espero que tenham gostado dessa dica! Não esqueçam de compartilhar com a galera que tá querendo morar/estudar fora também!

Já tá querendo o próximo? Aguardem! E deixem suas opiniões, sugestões, críticas, ou esculhambações aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live! Add lá @bellenaamerica

Xo,
Belle Azevedo.

Au Pair – O Que é o Programa?

Au Pair

Olá, pessoas!

Como prometido, estou iniciando a série sobre o programa de intercâmbio Au Pair. Esse foi o programa que fiz em 2010, quando morei nos Estados Unidos pela primeira vez. Nesse tipo de intercâmbio nem tudo são flores, mas se você está disposto(a) a ter a experiência da sua vida, vale a pena! Aprimorar seu inglês conhecendo novas culturas, pessoas, e viajando, além de conhecer os seus limites e ter um crescimento pessoal que não tem preço.

Então, o que é o programa? Aperta o play 😉

Pré-requisitos:

  • Ter entre 18 e 26 anos
  • Ser solteiro(a), sem filhos
  • Conhecimento intermediário de inglês
  • GOSTAR-AMAR CRIANÇAS
  • Ter 200 horas comprovadas de experiência com crianças
  • Ter concluído o ensino médio
  • Ter carteira de motorista

Morar em outro país, independente do intercâmbio que seja, é sair totalmente da zona de conforto. Como vai ser o seu ano de Au Pair, é difícil de prever, já que depende de você e da família que você vai fechar. Tem muita coisa que dá pra ajudar nesse quesito, e eu pretendo postar o máximo de informação possível pra ajudar você que pensa em sair do Brasil pra ser Au Pair, seja aqui nos Estados Unidos, ou em outro lugar.

Já tá querendo o próximo? Aguardem! E deixem suas opiniões, sugestões, críticas, ou esculhambações aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live! Add lá @bellenaamerica ;*

Xo,
Belle Azevedo.

Como Aprendi Inglês Sozinha

Como Aprendi (1)

Eu já dividi aqui com vocês como eu decidi sair do Brasil, e como foi o meu processo {e vc pode ler aqui}. Mas faltou compartilhar como aprendi inglês suficiente para vir pra cá como Au Pair {o tipo de intercâmbio que escolhi, e que vou falar muito ainda aqui!}, isso em 6 meses, saindo do básico basicão.

Pois bem! Segue o vídeo onde conto como fiz isso, e com dicas pra vc aprender também!

 

Essa coisa de aprender um novo idioma pode assustar no início, especialmente na hora de pôr a conversação em prática {e eu até tenho um vídeo vindo por aí, falando justamente disso: insegurança na hora de falar}. Mas se não damos o primeiro passo, não vamos a lugar nenhum! Com foco, força e fé, a gente chega onde a gente quer chegar.

Curtiram? Deixem suas opiniões, sugestões, críticas, ou esculhambações aí nos comentários! 😉

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live! Add lá @bellenaamerica ;*

Xo,
Belle Azevedo.

Au Pair – A Decisão De Fazer O Intercâmbio & O Processo


Eu sempre tive vontade de viajar o mundo, e também sempre quis aprender outros idiomas {desde pequena}. Em 2008 eu fui trabalhar no Aeroporto Internacional de Recife, atendendo os voos internacionais. Ver aquele povo chegar, sair, e contar as histórias, só aumentou essa minha vontade de sair do Brasil. Foi aí que eu tive a ideia de ir estudar inglês na Europa.
Comecei a pesquisar no início de 2009, e era a única coisa que eu fazia – além de trabalhar e fingir que estudava {não estava muito feliz na faculdade}. No meio de toda minha pesquisa, sempre voltada pra Europa, eu descobri o programa de Au Pair, que era {e ainda deve ser} o intercâmbio mais acessível $$$.
Um dia uma moça da STB {agência de viagens e intercâmbio de Recife} me ligou, e eu expliquei que meu budget {orçamento} era baixo, e que os intercâmbios que eu tinha interesse, infelizmente, estavam fora de cogitação. Foi aí que essa moça me apresentou o programa de Au Pair no Estados Unidos, e me lembro até hoje que soltei um “De jeito nenhum! Eu odeio os Estados Unidos!” – paguei a língua muito bem paga, né?
Mas eu comecei a pesquisar sobre o país, sobre o programa, e minha mente começou a abrir. Nisso eu já tinha envolvido uma amiga minha, que também era louca pra morar fora e já falava inglês, e fomos as duas à uma palestra da Au Pair In America. Também lembro até hoje quando essa minha amiga bateu na mesa e disse “Vamo amanhã!“. E demos início à todo o processo – desde começar a juntar dinheiro, tirar passaporte, comprar mala… Ela já falava inglês, eu não {mas isso são palavras para um próximo post…}.
Depois que decidi virar Au Pair, as pesquisas sobre tudo que dizia respeito ao assunto passaram a me consumir! Eu larguei a faculdade {de vez, finalmente}, e todo o momento que eu tinha em frente à um computador, era pra pesquisar e estudar inglês.
Não sei agora, mas na época, era moda as futuras Au Pairs terem um blog contando o seu processo. Eu também tinha um, onde eu deixei praticamente todo o meu processo e dilemas registrados. Era legal porque, além de fonte de pesquisa, servia também de apoio moral, fora que conheci várias meninas através desse blog. Também tenho que agradecer ao finado Orkut, pois tive uma conta fake só pra juntar a aupairzada e não perder os fóruns nas comunidades. Bons tempos!
Depois de pesquisar um bocadinho, decidimos fechar com a Cultural Care. A Marina {agente da CC em Recife na época} era uma fofa! Sempre muito realista e prestativa, me ajudou bastante no processo, já que eu era super insegura {até hoje lembro dela quando ouço Unwritten}.

Quer saber? Eu acho que nada melhor pra descrever meu processo que meu antigo blog – que eu achei perdido no mundo virtual!

Pouco mais de seis anos se passaram, aquela pessoa do blog mudou, o inglês melhorou, mas to adorando recuperar um pouquinho do que eu era relendo tudo!
Vem ler comigo!

>>> eudeaupair.blogspot.com <<<