Trabalhando Nos EUA – Como Abri Meu Negócio de Professional Organizing

IMG_4767

Hoje eu começo aqui uma série sobre trabalhar nos Estados Unidos, e o primeiro post é sobre a minha atual profissão – Professional Organizer.
No vídeo abaixo eu conto como cheguei no ponto de virar uma entrepreneur {empreendedora}, e meu depoimento sobre o mundo do business que eu acabei entrando.
Só acrescentando um detalhe: eu comecei a trilhar esse caminho em Julho do ano passado {2015}, e só tive a coragem de me dedicar à isso quase que exclusivamente {afinal, também tenho esse blog e o canal do youtube que toma boa parte do meu tempo} no final de fevereiro/início de março. Foi a melhor decisão que tomei, por mais que dê medo na barriga, eu vi que se você não pula, a coisa não anda. E não anda mesmo. Feliz que tomei coragem!

Como falei no vídeo, ter seu próprio negócio não é fácil, afinal, você vai ter que cuidar de tudo – pelo menos no início. Início esse que não vai ser fácil, nada no começo é.

  • Seja lá que tipo de negócio você pensa em abrir, você irá precisar de capital para investir em:
    Registro da empresa {DBA, LLC, etc};
    Seguro {se necessário};
    Capacitação {se necessário};
    Website {FUNDAMENTAL!};
    Marketing online e offline;
    Material de trabalho em geral.
  • Pesquisar sobre o campo que você quer investir é fundamental, e pesquisar sobre negócios e marketing, também. O Google tá aí pra isso, e os grupos de Facebook também – cheio de gente disposta a ajudar. Eu tenho o caderno onde faço minhas anotações, resumos, e listas do que preciso pesquisar. Anotar tudo é muito importante! Tipo um diário, só que do seu negócio.
  • Eu li livros também, dos quais recordo de dois, e recomendo:
    Open For Business! Organizing For The New Professional – Betsy Fein;
    The Secret Of Tidying Up – Kim Tyler
  • Websites de cursos para Professional Organizers sempre têm algo gratuito pra oferecer, e eu adorei o blue print e alguns vídeos que achei no site do  Profitable Organizer – eventualmente eu ganhei o curso, e tive certeza que teria valido o investimento se tivesse a grana na época {sorte minha que acabei ganhando esse help}. O curso completo ensina a montar website, montar campanha de marketing, e tem várias vídeo aulas com profissionais da área dando dicas.
  • Seguir outras pessoas que trabalham com a mesma coisa nas mídias sociais como Facebook e Instagram, além de ler blogs de organização, é uma coisa que recomendo muito! Meu site é esse, meu insta é @iamaneataholic, e meu esse é meu Facebook.
  • Podcasts: se você procurar, acha podcast de tudo que é assunto. Negócios, marketing, e professional organizing também. É uma ferramenta gratuita, e você pode ouvir até enquanto dirige.
  • Certificação e associações: não é exigido, como menciono no vídeo, mas é sempre bem-vindo. Você pode se associar à NAPO pra ganhar credibilidade também, mas pra ser profissional reconhecida deles, você precisa comprovar uma quantidade enorme de horas.
  • Na hora de achar clientes, o meu grande aliado é o Google Adwords – são anúncios onde pessoas aleatórias que procurar por organizadoras na sua área irão te achar, e você paga por cliques. Por conta disso, o ideal é que seja muito bem arrumado pra você não sair perdendo. Eu tenho uma pessoa que me ajuda nessa parte, e é um investimento que eu prefiro fazer, mas que tenho certeza que vou ter retorno.
  • Você pode cobrar por hora, ou por projeto. O valor da hora varia de região pra região. Aqui em DC a média é $50/h. Eu cobro $45/h, mas sei de pessoas que cobram bem menos, mas que não necessariamente são profissionais – “organizam” colocando as coisas de volta no lugar e pronto, e isso não é ser profissional na área {como digo no vídeo}.

O primeiro de tudo que você precisa ter é prazer por organização, e saber que você vai encontrar pelo caminho pessoas que precisam muito da sua ajuda. Se você não viu o vídeo, tira um tempinho pra ver.
Se você se interessou, o negócio é botar a cara no sol, sem medo de ser feliz. Lembra que o começo vai ser difícil, mas as coisas precisam de tempo pra dar certo – e dedicação, MUITA dedicação. Caso você descubra que não é pra você, sem problemas – não é pecado recomeçar, ao contrário, acho que pecado é permanecer num caminho que não te faz feliz.
Hoje eu ainda pego trabalhos de babysitting como extra à noite, não só pelo dinheirinho a mais, mas também porque você não sabe o dia de amanhã.

Se você gostou desse post, não esquece de compartilhar com quem talvez esteja precisando da informação. Deixe também sua sugestão, dúvida, elogio ou reclamação aí nos comentários. Blz?!

Para atualizações diárias, é só seguir o Instagram e o Twitter @bellenaamerica, e o snap iammissbelle. E também se inscrever aqui no blog e no canal do Youtube pra não perder nenhuma postagem!

NO-VI-DA-DE: tô no Periscope também, e tô doida pra fazer um live!
Add lá @bellenaamerica 

Xo,
Belle Azevedo.

Anúncios

3 comentários sobre “Trabalhando Nos EUA – Como Abri Meu Negócio de Professional Organizing

  1. Pingback: Trabalhando Nos Estados Unidos: Opções Para Abrir Seu Próprio Negócio – #BelleNaAmerica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s